sábado, 9 de junho de 2018

A Lolita Desmotivada / The demotivated lolita

A vida humana é repleta de altos e baixos; De fato, as coisas costumam mudar em escalas de tempo que variam bastante, desde intervalos de anos até intervalos de segundos, para as coisas mudarem de água para o vinho. Com lolita não é diferente: a vida em sociedade que levamos e muitas vezes até mesmo a vida na própria comunidade lolita, ou excluída dela, se torna um fardo difícil de carregar. Nada parece nos estimular para achar novamente divertimento em algo que com o tempo acabou por desbotar-se. Adicionar cor à sua vida lolita parece uma tarefa difícil, mas certamente não é impossível.

Human life is full of ups and downs; In fact, things tend to change on time scales that vary widely, from intervals of years to intervals of seconds, for things to change from water to wine. With lolita it is no different: the life in society that we take and often even life in the own lolita community, or excluded from it, becomes a burden difficult to carry. Nothing seems to stimulate us to find fun again in something that eventually fades. Adding color to your lolita life seems a difficult task, but it certainly is not impossible.








Descobrindo os motivos de estar desmotivada / Finding out why are you demotivated

Essa talvez seja a parte mais difícil do processo. Ache um canto solitário e calmo e comece a tentar descobrir o porquê de estar desmotivada com o estilo. Anote tudo em um papel. "O estilo é muito caro"; "não tenho amigas"; "estou insatisfeita com meu wardrobe atual" são algumas das causas que podem aparecer em sua lista de desmotivação. Pense em tudo que te deixa chateada no estilo. Se for muito difícil fazê-lo, imagine-se com seu wardrobe atual tendo que sair de casa sozinha para ir a um meeting: certamente você imaginará os empecilhos que enfrentará que a desmotivam: transporte público, pessoas atormentando, alguém em específico da comunidade; coisas que faltam em seu wardrobe. Liste tudo no papel com sinceridade, afinal você é a pessoa mais importante de sua vida, e você não deve mentir para si mesma.

This is perhaps the most difficult part of the process. Find a quiet, solitary corner and start trying to find out why you are unmotivated by style. Write everything down on paper. "Lolita is too expensive"; "I do not have friends"; "I'm unpleased with my current wardrobe" are some of the causes that may appear on your list of demotivations. Think of everything that pisses you off in style. If it is very difficult to be done, imagine yourself with your current wardrobe having to leave the house alone to go to a meetup: surely you will imagine the obstacles that you will face that discourage you: public transport, people saying bad things, someone specific inside the community; things that are missing in your wardrobe. List everything on paper with sincerity, after all, you are the most important person in your life, and you should not lie to yourself.








Tentando resolver os problemas / Trying to solve the problems

Uma vez colocadas no papel as causas de sua desmotivação, é hora de tentar resolvê-las. Logicamente que também é uma etapa que envolve certo esforço e estratégia. Lembre-se sempre que tudo é uma questão de perspectiva, e que normalmente são coisas que podem ser resolvidas ou contornadas. Por exemplo, se sua insatisfação é o wardrobe que você tem no momento, que tal delimitar metas para ele? Comece com "eu gostaria de ter x coisa" ou "preciso de x coisa". Como diz a lebre de março, se você não souber onde quer chegar, qualquer caminho servirá - para chegar a lugar algum. Tenha metas. Elas podem não ser alcançáveis no momento, mas tendo um plano você acaba chegando mais rápido em seu objetivo.

Se seu problema é a comunidade, saiba que você não é obrigada a participar dela; de fato, muitas lolitas ao redor do mundo usam o estilo para si mesmas, e mesmo sozinhas ainda aproveitam tudo o que o estilo pode oferecer. É legal participar das coisas em comunidade, mas saiba que você não precisa de uma comunidade - ou mesmo participar de uma - para se divertir em lolita.

Se seu caso for como o meu, que não aguenta o cenário atual lolita, e sente falta do que era antes, tente lembrar que aspectos de lolita antes te fizeram se apaixonar pelo estilo. Pode ser qualquer coisa; peças oldschool, um certo estilo de música que te fazia feliz em lolita, talvez um filme ou mesmo uma publicação. Tente achar coisas dessa época que te façam sentir bem.

Se você estiver se sentindo muito mal com o estilo a ponto de vender suas coisas, pense antes duas vezes ao fazê-lo; em tempos de crise muitas de nós acabamos por agir por impulso e fazer vendas das quais podemos nos arrepender depois. Se esse é seu caso, guarde suas roupas lolita em sacos e os armazene em caixas limpas e organizadas, de preferência fora do seu campo de visão atual. Espere algumas semanas antes de tomar a decisão de vender alguma coisa, e enquanto não passa esse prazo tente descobrir as razões de estar desmotivada e se há algo que possa ser feito.

Muitas vezes a carga emocional que carregamos parece transbordar; eu sempre tento fazer uma analogia a um copo: somos todos como copos d'água. Se enchem o copo até seu limite, uma gota é suficiente para transborda-lo. Será que sua vida cotidiana, seu trabalho, seus estudos, seus relacionamentos, não estão demandando de você mais espaço que seu copo suporta? E você acaba descontando em lolita porque parece o único lugar em que pode descontar? É algo a ser considerado.

Once you put the causes of your demotivation on paper, it's time to try to solve them. Of course it is also a step that involves some effort and strategy. Always remember that everything is a matter of perspective, and that usually are things that can be resolved or circumvented. For example, if your dissatisfaction is the wardrobe you have at the moment, what about setting goals for it? Start with "I would like to have x thing" or "I need x thing". As the March hare says, if you do not know where you want to go, any way will do - to get you anywhere. Have goals. They may not be reachable at the moment, but having a plan you end up getting faster at your goal.

If your problem is the community, know that you are not obligated to participate; in fact, many lolitas around the world use the style for themselves, and even alone they still enjoy everything the style can offer. It's cool to take part in things in community, but know that you do not need a community - or even participate in one - to have fun on lolita.

If your case is like mine, which can not stand the current lolita scenario, and misses what it was before, try to remember what aspects of lolita made you fall in love with style. It could be anything; oldschool pieces, a certain style of music that made you happy in lolita, maybe a movie or even a publication. Try to find things of this time that make you feel good.

If you're feeling really bad about style to the point of selling your things, think twice before doing so; in times of crisis many of us end up acting on impulse and making sales that we can later regret. If this is your case, store your lolita clothes in bags and store them in clean, organized boxes, preferably out of your current field of vision. Wait a few weeks before making the decision to sell something, and as long as you spend that time try to find out the reasons for being unmotivated and if there is anything that can be done.

Often the emotional load we carry seems to overflow; I always try to make an analogy to a glass cup: we are all like glasses of water. If you fill the glass to its limit, one drop is enough to overflow it. Does your daily life, your work, your studies, your relationships, are not demanding from you more space than your glass supports? And you end up throwing all the fault on lolita because it seems like the only place you can throw it in? It is something to be considered.








Algumas coisas para se inspirar / Some things to get inspirated

Eu não vou ser hipócrita - mesmo porque isso não é de minha natureza; nem sempre as crises de desmotivação são resolvidas. Muitas vezes é o caso da pessoa realmente ter perdido o interesse e deixar a moda lolita. E isso é perfeitamente normal e válido; cada um sabe seu tempo, quais são suas prioridades e o que devem fazer com suas vidas. De qualquer maneira, faça sempre o que você se sentir melhor - depois de pensar e refletir bem sobre o assunto. Afinal, a vida é sua e você deve sempre tomar as melhores decisões para consigo mesmo. 

Para quem resolveu permanecer e dar mais uma chance ao estilo, não há receita de bolo para estar motivada; cada pessoa reage a diferentes coisas. Não é exato, mas sim subjetivo; o que me faz bem pode não te dar o mesmo efeito e vice versa. Em todo caso, posso elencar algumas coisas diferentes para que se faça para talvez tentar achar motivação.

  • Revistas: Gothic & Lolita Bibles são fontes atemporais de informação; embora surjam Mooks  sazonais aqui e ali, eles não tem a mesma profundidade das Bibles. Quem sabe olhar street snaps e ficar imaginando como é ser uma lolita no Japão possa te deixar com mais ideias fresquinhas para tentar no estilo e no cotidiano;
  • Livros: faltam matérias mais profundas sobre o estilo lolita na sua vida? Uma sugestão é o livro So Pretty, Very Rotten que até agora eu não fiz review porque sou uma preguiçosa que abrange com uma certa profundidade vários aspectos sobre a moda.
  • Séries, doramas, qualquer coisa do gênero: há alguns em uma das guias do blog, "guia para iniciantes". Há também sugestões de filmes e alguns reviews toscos que fiz.

I will not be hypocritical - because it is not my nature -; crisis of demotivation are not always resolved. In some cases the person really has lost interest and leave the lolita fashion. And this is perfectly normal and valid; everyone knows their time, what their priorities are and what they should do with their lives. Either way, always do what you feel best - after thinking and reflecting well on the subject. After all, life is yours and you should always make the best decisions for yourself.

For those who decided to stay and give one more chance to style, there is no cake recipe to be motivated; each person reacts to different things. It is not exact, but subjective; what makes me good may not give you the same effect and vice versa. In any case, I can list a few different things to do to maybe try to find motivation.

  • Magazines: Gothic & Lolita Bibles are timeless sources of information; although there are seasonal Mooks here and there, they do not have the same depth as the Bibles. Who knows to look at street snaps and wonder what it's like to be a lolita in Japan can leave you with more fresh ideas to try in style and in daily life;
  • Books: Are there any deeper articles about the lolita style missing in your life? One suggestion is the book So Pretty, Very Rotten (that until now I did not review because I'm a lazy shit), a book that covers with a certain depth several aspects about the fashion.
  • Series, doramas, anything of the genre: there are some in one of the guides of the blog, "guide for beginners". There are also movie suggestions and some rough reviews I've made.








Como você lida com a desmotivação em lolita? É algo recorrente? Para mim, sempre é um assunto que acaba retornando. Eu sinto que antigamente ser lolita era mais divertido, e que hoje muitas vezes o estilo é usado como sinônimo de status entre a comunidade e competição de outfits. De qualquer maneira, quando me sinto triste com o estilo, sempre tento olhar essa foto, e ela me traz um tipo de consolo, um sentimento terno que quero manter para mim. Sempre abro esse livro nessa página e fico pensando como queria ser assim quando comecei - uma lolita independente que usa o estilo por gostar, por fazer se sentir bem. Essa foto me passa algo tão positivo que nem sei explicar. 

How do you deal with lolita demotivation? Is it recurring? For me, it's always a returning subject. I feel that being lolita some years ago was more fun, and that today often the style is used as synonymous of status among the community and competition of outfits. Anyway, when I feel sad about the style, I always try to look at this picture, and it brings me a kind of solace, a tender feeling that I want to keep for myself. I always open this book on this page and wonder how I wanted to be like this when I started - an independent lolita that is in the style because she truly enjoy it, because it makes her feel good. This photo gives me something so positive that I can not explain.

8 comentários:

  1. Que post inspirador! Ultimamente sinto-me desmotivada mas por causas externas a Lolita que fazem pensar e sentir "vestir-me para quê?". É sim uma fase apenas tenho de me esforçar mais e rodear-me daquilo que eu gosto (blogs, comentarios em grupos ou no IG, etc) e ler o seu blog é uma delas <3 muito obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Elisa! Também adoro ler seu blog! Espero que a desmotivação vá embora, seus outfits são inspiradores!

      Excluir
  2. Adorei o texto e me identifiquei bastante! Vou tentar trabalhar nisso e poder aproveitar melhor a moda.

    Mas amei mais as fotos de Mudashino sen ♥️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado! Tenho que te agradecer pelo Musashino sen! Virou um dos meus favoritos, eu adoro a Ren <3

      Excluir
  3. Excelente texto, acho que vai ajudar muita gente!! Tem dias que sinto que, não importa o que eu faça, nunca vou ser boa o suficiente, mas aí lembro que o que conta é eu estar satisfeita comigo mesma e que não deveria ficar me sabotando ou colocando padrões não realistas.

    Obrigada por compartilhar esses pensamentos, é um assunto importante e você tratou de uma forma muito racional!

    Bjosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Annah! Lembre-se sempre, você é sim boa o suficiente e muito diva <3

      Excluir
  4. Sim, desmotivação é algo muito recorrente para muitas meninas. Eu só me senti desmotivada e quase abandonei a moda por dois motivos:
    1- por falta de dinheiro e ter q consciliar 2 tipos de guarda roupa com o lolita, nesta época era quando não tinha descobrido o lolita sales e as coisas eram meio inacessiveis ainda. Minha força para continuar veio quando olhei pro meu guarda roupa e falei "não posso desistir eu amo vestir o que visto e talvez não consiga comprar nenhum burando mas irei vestir lolita sempre que puder". Recomecei procurando formas em conta e legais de se vestir até conseguir.
    2- Vestir lolita sozinha, na época que comecei mesmo a usar lolita o grupo que eu andava me animava muito pq sempre faziamos algumas coisas. Depois de um tempo me afastei do grupo e foi a época mais dolorosa e sem graça pq n tinha nenhuma amiga para conversar sobre lolita e ninguém entendia o sentimento maravilhoso do que era usar a moda, depois de um tempo retomei ao grupo em que me animou muito e me ajudou a construir um guarda roupa bem legal com varias peças.

    Sei que não precisamos estar em nenhuma cena do lolita, de fato não precisamos, mas fazer um pequeno grupo de lolitas (ou j fashion) de confiança em que sejam amigas de vdd ajuda muito a segurar a barra quando vem esses desanimos. Não precisamos se dar bem com a cena inteira, tretas e competições sempre haverão, saber lidar com elas é o q te torna forte e que te ajudam a prevalescer em qualquer cena (até no trabalho), sempre sugiro fazer um grupo pequeno de amigas lolitas confiaveis e que te animem.

    E o seu post foi maravilhoso, sério compactuo com muita coisa q vc diz e te admiro muito <3 espero que este post sirva para inspirar muitas lolitas a saber lidar com estas questões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Concordo com você que é sempre bom ter um grupo de amigas em quem se possa confiar, ajuda bastante!

      Excluir

Seja bem vindo (a)!
É muito gratificante ter sua opinião registrada aqui!
Deixe o link de suas redes sociais para que eu possa retribuir seu comentário. Todos os comentários são devolvidos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...